Ex-Ceará aciona justiça e cobra parcela de acordo feito com vovô

Foto: Divulgação / Ceará SC

Os problemas não param de aparecer! O atacante Iury Castilho, ex-Ceará, voltou a justiça do Trabalho para cobrar o atraso da terceira parcela do acordo que fez com o clube cearense em relação a salários atrasados13º e férias que não foram pagas.

Inicialmente, Iury Castilho queria uma indenização de R$ 732 mil, só que os advogados do Ceará conseguiram reduzir o valor para o total de R$ 562 mil, que seriam pagos em 18 parcelas. 

atacante ceará
Foto: Fábio Lima / O Povo

Ainda de acordo com a defesa do aleta, houve denúncia do descumprimento, sendo que apenasapós a denúncia foi que a Reclamada quitou a 2ª parcela. E agora novamente não houve pagamento tempestivo da parcela.

O atleta, de 27 anos, pertencia ao Portimonense, de Portugal e chegou ao Vozão no começo de 2022 e entrou em campo em 29 oportunidades, mas não marcou gols e deu três assistências.

LEANDRO CARVALHO TAMBÉM ACIONA JUSTIÇA

Sem jogar desde o fim de janeiro, Leandro Carvalho continua sendo um problema para o Ceará. Fora dos planos do clube para a temporada, o atacante entrou com uma ação trabalhista contra o alvinegro cobrando rescisão indireta e mais uma quantia.

Entre as reclamações, a defesa do jogador alega o não recolhimento correto do FGTS de março a outubro de 2021 e janeiro de 2022 até então.

No dia 22 de junho, a defesa do atacante entrou com uma ação trabalhista no Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região. No processo, Leandro Carvalho pede rescisão contratual indireta e cobra uma indenização de nada menos que R$ 5.411.031,10.

CEARÁ NA SÉRIE B

O próximo desafio do Ceará será no domingo, dia 16, contra o Mirassol pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Após a vitória contra o Botafogo-SP, a equipe busca manter o bom momento e conquistar mais três pontos, visando uma aproximação ainda maior do G-4.