Ceará acende ‘sinal de alerta’ para sistema defensivo

Foto: Miguel Schincariol

O Ceará acendeu o “sinal de alerta” sobre o seu sistema defensivo. Isso porque o número de gols sofridos pelo time têm sido elevado. Na temporada, o Alvinegro já levou quase 30 gols sendo 14 nos últimos oito jogos.

Assim como aconteceu no ano passado, em 2023 o Vovô ainda tem passado por “maus bocados” quando o assunto é ter suas redes balançadas. Em 2022, o time sofreu 51 gols em 65 partidas das cinco competições disputadas. Já nesta temporada, já são 29 gols levados em 24 partidas.

Esses números causam “alerta” quando mostramos os dados das últimas partidas. Pois, nos oito últimos jogos disputados, o Ceará sofreu pelo menos um gol em cada. Além disso, foram 14 o total de vezes que a defesa foi “furada” nesses últimos quase 10 jogos.

Na Série B, apesar de ainda estar bem no começo, é preciso chamar atenção para o número de falhas cometidas pelo sistema defensivo, mas também pelo ofensivo.

Em dois confrontos disputados até aqui, são cinco gols levados e nenhum marcado. Dos 40 chutes dados pelo Vozão nas duas primeiras rodadas da Segundona, contra Ituano-SP na estreia e Guarani-SP, no último sábado (22), apenas cinco foram na direção certa do gol. A única vez que o time chegou a marcar gol contra o Bugre, mas o gol do estreante Nicolas foi anulado por impedimento.

Nicolas, atacante do Ceará.
Gol de Nicolas pelo Ceará foi anulado em sua estreia. Foto: Davi Rocha / Pera Photo Press

ATENÇÃO, CEARÁ!

Apesar de ter um número altos de gols marcados, 48 em 24 jogos e uma média de dois por jogo, a média de gols sofridos também é de “assustar.

Vale ressaltar que devido à falhas individuais e coletivas do sistema ofensivo Alvinegro, o clube “costumeiramente” vem sofrendo gols no fim. Assim como aconteceu na final do Campeonato Cearense, por exemplo. Quando o time sofreu gols no fim do primeiro e do segundo tempo e teve como consequência o vice-Estadual.

Outro exemplo, e até mais recente, aconteceu na primeira final da Copa do Nordeste. O Vovô abriu 2 a 0 contra o Sport-PE e teve chances de golear. Mas, além de ter perdido uma “ruma” de gols, como se diz no cearensês, já no fim da partida, com falha do goleiro Richard, o time pernambucano diminuiu o placar.

Ainda vale ressaltar que faltam 36 rodadas restantes para o fim da Série B. Mas, para evitar problemas futuros, essas situações precisam ser corrigidas o quanto antes para não prejudicar no principal objetivo do time: acesso à Série A do Brasileirão.